quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Confira os principais argumentos a favor e contra a carne vermelha + Receitinha

Bom Dia Pessoas
Espero que todas estejam bem. Semaninha terminando e o mês de janeiro quase dando adeus. 
Dia 26 completo 1 ano de blog, parece que foi ontem, mas lá se vão 365 dias. Muitas coisas aconteceram nesse tempo, 16kg mandados embora e muitos meses de manutenção sem ultrapassar minha meta e olha que consegui passar ilesa pelas férias.

Ontem comentei com uma amiga que ser magro é muito chato, kkk calma gente eu explico!!
Quando vc está no processo de emagrecimento sabe que se fizer a coisa errada ou vai engordar mais ou não vai sair do lugar. Quando vc já emagreceu e está em manutenção vc se acha, kkk e pensa que pode tudo e se pensar assim volta a pesar tudo novamente. Ai na sua cabeça vc fica martelando, mas que saco sou magra mas ainda assim não posso me acabar no chocolate e nem no sorvete.
E tem mais.......
Quando eu disse que tinha que pesar 52kg muita gente me disse "Nossa vai morrer, vai ficar doente, vai ficar seca demais"
Hoje eu peso 51kg e a maioria das pessoas já se acostumou a me ver assim, mas o que acontece se vc pensa em chegar aos 54kg que tbm está dentro do considerável saudável????
"Nossa vc engordou em, sabia que não ia ficar magra muito tempo, não tá mais fazendo dieta??, aff que esse povo cansa"
Por isso minha vidinha de manutenção é chata pra caramba. Um dia eu como de tudo no outro a consciência fica me atormentando "Olha sua magrela de mente gorda, continua comendo assim e vai voltar a ser uma bolota!!!" e assim eu vou, como um alcólatra em eterna recuperação!!

Bom vou deixando pra vcs mais uma das minhas receitinhas.....

Bolo de uva (proteína)
Segue mais uma das minhas receitinhas, estou sempre variando os ingredientes porque comer bolo de proteína sempre não é das melhores coisas, kkkk
Mas podem ter certeza de que esse de uva ficou uma delícia!!!

 
 6 claras (vc pode comprar as claras em caixinha que são vendidas no mercado)

1 copo 200ml de suco de uva

 Adoçante a gosto (neste bolo coloquei 40gts porque o suco de uva era bem azedo)

 2 xíc de aveia em flocos

 
Farinha de aveia para enfarinhar a forma

 
1 cacho de uva pequeno


 
uvas passas a gosto

Bata as claras em neve
 
 Misture a aveia em flocos

 as uvas passas

 o suco de uva com o adoçante

 os grãos de uva

 unte e enfarinhe uma forma
 coloque a massa na forma e asse até que ao espetá-la não grude
 bolo depois de assado
 Agora é sentar e degustar
Dica: eu fatio o bolo e guardo na geladeira dentro de um pote plástico. No verão as coisas estragam com mais facilidade e comer ele geladinho fica ainda melhor.

Total de calorias do bolo: 950kcal
porções: 20 fatias (47,5kcal cada)

 Confira os principais argumentos a favor e contra a carne vermelha

Estudos científicos apontam prós e contras de ser vegetariano ou "carnívoro"

Daniela Santarosa  |  daniela.santarosa@zerohora.com.br
Que atire o primeiro bife quem nunca parou para pensar como seria a vida sem carne vermelha. Seríamos mais ou menos saudáveis? Tirando a discussão filosófica e ecológica e considerando somente o que tange a saúde, sobram argumentos pró e contra. A quantidade de informações contraditórias acaba confundindo e trazendo ainda mais dúvidas.

Embora a porcentagem de vegetarianos venha se mantendo estável ao longo da história, há um interesse crescente no assunto — basta olhar os restaurantes naturais e vegetarianos, que ficam lotados na hora do almoço. Há os mais radicais, como os veganos, que não comem nada de origem animal, outros que comem somente peixe, e aqueles que apenas aboliram os pedaços sangrentos da dieta.

Já os loucos por carne — categoria mais do que comum em solo gaúcho — também erguem suas bandeiras. Não gostar de picanha mal passada e de costela gorda é quase uma heresia. Para esta legião de carnívoros, pesquisas que apontam os malefícios do alimento são refugadas como brócolis em espeto corrido.

Para colaborar com ambos os lados, selecionamos algumas das pesquisas mais relevantes sobre o assunto. Cabe ao leitor tirar suas próprias conclusões. Afinal, esta é uma decisão pessoal e cabe a cada um fazer seu próprio julgamento.


Contra a carne

:: DNA
— Um estudo da Open University britânica, publicado no jornal médico Cancer Research, comparou dietas repletas de carne vermelha com as vegetarianas. Segundo os cientistas, um cardápio rico dessa proteína teria maior possibilidade de causar câncer porque danificaria o DNA, provocando mutações e aumentando o risco de câncer.

:: Rins — Quem come muita carne vermelha pode ter maior risco de desenvolver alguns tipos de câncer renal, segundo um estudo feito nos EUA com milhares de adultos. Os autores do artigo publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition concluíram que adultos de meia-idade que consumiam mais carne vermelha tinham 19% mais probabilidade de serem diagnosticados com câncer nos rins do que aqueles que faziam um consumo moderado.
:: Colesterol — O guia Abordagens Dietéticas para Prevenir a Hipertensão (DASH, sigla em inglês), indicado pela Associação Americana do Coração, é recomendado para a redução do colesterol e dos riscos de doenças cardíacas. A dieta encoraja o consumo de peixes e aves, mas não muita carne vermelha.
:: Diabetes — Comer um bife ou uma salsicha por dia aumenta o risco de desenvolver diabetes tipo 2. A conclusão é do maior estudo já feito sobre o assunto, com dados de cerca de 300 mil pessoas, acompanhadas desde a década de 1970. A pesquisa, feita pela Escola de Saúde Pública de Harvard, em Boston, foi publicada no American Journal of Clinical Nutrition. Já as carnes processadas, como salame e mortadela, foram consideradas mais prejudiciais: poderiam elevar o risco de diabetes em 51%.
:: Coração — O aumento do consumo de comidas ricas em proteína em substituição ao consumo diário de carne vermelha diminui no risco de desenvolvimento de doenças do coração. Os resultados, publicados no periódico Circulation, demonstraram que o consumo de carne vermelha — in natura ou processada — pode aumentar o risco do desenvolvimento dessas doenças cardíacas em até 30%.
:: Câncer — Um estudo sobre a relação entre o câncer e a carne vermelha publicado em 2007 na revista PLoS Medicine, afirmando que a dieta rica em carne vermelha pode aumentar em 24% o risco de câncer colorretal.
:: Intestino — "A carne dificulta a digestão, forçando o fígado e o estômago a produzir ácido em excesso", explica o oncologista suíço Fabio Levi, da Universidade de Lausanne. "E a corrosão das paredes do intestino pode provocar mutações cancerígenas", afirma.
:: Mutações — Outra substância presente na carne e apontada como perigosa é o amino heterocíclico. Apesar de não existir nas proteínas cruas, ele é criado pelo calor da grelha ou da panela, formando aquele "pretinho" crocante dos churrascos e das frituras. Os aminos acabam no interior das células, onde se ligam ao DNA e provocam mutações cancerígenas, conforme explica Barbara Pence, da Universidade Técnica do Texas (EUA).

A favor da carne

:: Obesidade
— Gary Taubes, correspondente da revista americana Science e um dos principais escritores de ciência do mundo, escreveu um longo artigo no qual classificava o medo da gordura saturada como "dogma". Taubes afirma que, mesmo com tanta pesquisa, não há prova de que gordura saturada e infarto estão ligados. E vai além: diz que a propaganda do governo só serviu para fazer com que os americanos comessem mais — ao evitar a gordura, eles acabavam ingerindo mais carboidratos, mais açúcar, para manter a quantidade diária de calorias (o corpo tende a reclamar quando as calorias são insuficientes para saciá-lo — isso se chama fome). Resultado: o índice de obesidade passou de 14% para 22% no país. E obesidade, sabidamente, é um sério fator de risco para doenças cardíacas.

:: Coração — Os franceses e os mediterrâneos em geral consomem carnes de todos os tipos, mas têm ao seu favor o consumo de vegetais frescos e azeite de oliva, além de vinho. Seus índices de mortalidade por doenças cardíacas são bem mais baixos do que os norte-americanos. Além disto, eles vivem mais. Genética e conjunção de todos os fatores, como comer sem pressa, podem contribuir para isto.
:: Natureza — Não somos vegetarianos por natureza. O homem tem dentes pequenos e sistema digestivo curto, características de onívoros, como explica o antropologo físico Walter Neves, da Universidade de São Paulo, maior especialista brasileiro em homens pré-históricos. Ou seja, nosso organismo está preparado para comer de tudo, inclusive carne.
:: Proteína — A carne é um alimento do grupo construtor, que tem a maior concentração de ferro biodisponível (de fácil absorção pelo corpo humano), ou seja, com todos os aminoácidos essenciais à sua constituição, além do ferro heme que é, sem dúvida alguma, o mais eficiente no combate à anemia. Isso sem contar as demais qualidades: alto teor proteico de zinco, cálcio, fósforo, sódio, potássio, enxofre, cloro, magnésio, cobre, níquel, manganês e carboidratos (glicose e glicogênio), e ainda das vitaminas B1, B2, B3, B12, entre outras.
:: Vitaminas — As gorduras contidas na carne são fundamentais para a absorção das vitaminas lipossolúveis (dissolvidas em gordura) A, D, E, e K. O temido colesterol é o precursor da vitamina D (que fixa o cálcio aos ossos) e ainda dos hormônios adrenocorticais (estrógenos, andrógenos e progesterona). Elas são também precursoras das prostaglandinas, consideradas as substâncias biológicas mais potentes que existem no corpo humano, que têm a função de produzir relaxamento ou contração na musculatura, diminuem a pressão arterial e ativam (ou desativam) alguns hormônios.
:: Nutrição — Paulo Henkin, chefe do Serviço de Nutrologia do Hospital Ernesto Dornelles, afirma que quem não come carne "está na fronteira da boa nutrição e da desnutrição. Estudos de longa duração jamais encontraram uma relação contundente entre o aumento da longevidade e o não consumo de carne, pelo contrário". Henkin afirma que todas as dietas restritivas, não importa se de proteínas ou de carboidratos, levará o organismo a um déficit nutricional, potencializando várias doenças.
:: Ferro — A absorção do ferro das carnes é seis vezes maior do que o de vegetais. Isso porque nos vegetais a concorrência é desleal: o ferro convive com outras moléculas que atrapalham seu aproveitamento. Elas o deixam menos solúvel e mais difícil de atravessar a parede do intestino.
:: Colesterol — O consumo de carne vermelha magra pode ser saudável para o coração, da mesma maneira que a carne branca, segundo pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, na qual é constatado que quando há o controle da gordura saturada, os índices de colesterol podem ser reduzidos.
Fonte caderno VIDA

Grande beijo e linda quinta!!!

20 comentários:

Tatiane disse...

Tassi

Adoro as receitas e fico com água na boca, se eu fosse sua vizinha vc teria que me dar um pedaço... he he

Vc está linda e parabéns pelo seu esforço amiga, eu sei bem o quanto é difícil emagrecer.

Beijos

http://tatianeanonovopesonovo.blogspot.com/

Desabafo.com disse...

minha nossa vc ta virando uma mestre cuca vc deveria estudar gastronomia ta perdendo tempo em logistica beijinhos ke .

Bruna Marques disse...

Oi belezinha, vc e suas receitinhas fabulosas hein...
Não vejo a hr de chegar na manutençao como vc, sei q o caminho ainda é longo mas tenho certeza que um dia ele irá chegar.
Não vejo a hr de poder fazer dieta durante a semana e de fim de semana poder comer oq gosto sem me culpar...aiaia...que sonho...rsrsrs
Bjokinhas

Paty disse...

Oi Tassi,
rsrsrs...realmente o povo fala demais viu? se tá gorda reclamam, se tá magra reclamam, rsrsrs
humm, esse bolo tá com uma cara ótima viu?
Bjss

Dhy Saturnine disse...

oie tassi, ótimo post, eu parei de comer carne ano passado e não voltei mais.... bjinhos!!!

Sammy Leilane disse...

aff... imagino quando ficar magrinha com meus 58kgs... pior que por isso temos o efeito sanfona, o pessoal se acha mulher maravilha que magra já pode se matar no chocolate, mas não é bem assim... por isso defendo: façam suas RA's direitinho, sempre comam direitinho, um dia ou outro, comam um pedaço de chocolate e compensem depois!

Bjus!

Desabafo.com disse...

tem selinho pra vc bjo ke .

Lilian disse...

Adorei a receita não sou muito boa na cozinha e esse bolo parece delicia e olha que não sou muito fã de aveia.
Engraçado esse lance de como as pessoas nos enxergam e a necessidade de alguns de derrubar as outras pra se sentirem melhor, quando estou magra porque estou doente magra demais se estou mais gordinha (nem é tanto assim IMC normal) que estou gorda se estou grávida aff ninguem merece.
Quanto ao estudo sobre vegetariano ou "carnivoro" acho que tudo tem que ter moderação né, comer de tudo um pouco não consumo muito leite e tento incluir o iogurte (lembra dessa dica) na vida a palavra chave é moderação.
Bjs Tassi e um otimo fim de semana pra vc e sua família.

An@ disse...

Tassiiiii
Que bolo maravilhoso e parece fácil de fazer...ameiiii
Agora carne...aiai...auauaua..rsrs
Amoooooo

Bjãooo

An@

Mel Mudanca disse...

Oie Tassi, ameii esse bolo..eu quero...vou ai comer na tua casa, isso sim..hehe..talento para fazer, nao vou ter..hehe..!

Muito obrigada pelo recadinho viu. Passando para desejar um ótimo final de semana.

"...que cada mordida de comida fosse uma mordida desejada, não engolida para preencher seus anseios emocionais que não se sabe nomear, e não para preencher sentimentos muito difíceis de sentir."

Este pensamento deveria estar sempre em nossa memória ;-)

Rose Light disse...

Oi Tassi! Eu sempre ouvi dizer que adoçantes gotas não podem ir no "fogo", e vi que usa ele normalmente. Ah, me enganaram! Parece estar uma delícia mesmo! Sou uma carnívora, não sei o que fazer para diminuir a quantidade diária. Beijinhos.

josy disse...

Deu água na bocaaaaaaaaaa!!!!
Ainda tem bolo aí? Via sedex aqui pro Pará fica muito caro? kkkkkk

Minha amiga linda td bem?
Menina sumi pq o PC deu bug...afff..mas tô de volta!

Amiga obrigada pelo carinho,viu?Vou sim ao médico ver o joelho, só que consulta só em fevereiro até lá vou me comportar,né?

Continu firma flor, vc é uma vencedora e um dia eu chego lá tb na tão sonhada manutenção (pra mim um sonho ainda)

bjs amiga e uma semana linda,tá?

Bethynha disse...

Bom diaaaaa
bora calor nisso..
mas eh tudo de bom o verãoo..eu amoo
bjao e bom inicio de semana

Aline Ferreti disse...

Pois é amiga,

Pode ver que pra tudo tem que ter equilíbrio.. não adianta..

Eu prefiro viver sem carne, sei lá, nunca gostei mesmo heheheh

Quanto ao bolo, achei lindão! Tô sempre em busca de receitas que usem frutas, pq odeio comê-las ao natural :/

Bjkas e ótima semana!

Natália Roberta disse...

Oi amiga...

As pessoas não sabem mesmo o que falar... só querem continuar falando!!!

Esse bolo tem pouquinha caloria!!! Parece bom!

Bjinhos e uma ótima semana pra ti!

Joanna disse...

Ei!
o meu blog fez 1 ano no dia 1º de dezembro! parabens para o seu q tb vai fazer agora!!
e realmente concordo com vc! qdo a gente atinge nosso peso, é chato mesmo pq mesmo ficando abaixo do q deveriamos, nao podemos engorar um pouquinho e ficar no peso certo q ja falam da gente! hahaha incrivel!

adorei a receita! vou tentar fazer depois!!!

bjos

Bethynha disse...

amigaaa
esse sol ta de brincadeira comigo..haha aqui tbm ja sumiu faz tempo..vai vim chuvaa..mas que venha ne..ta um calor insuportavel
bjaooo

Aline Cuerci disse...

Eiita esse bolo deve ficar bom apesar de eu não gostar muito assim de uva... *-*

Boa terça pra vc tbm amiga.
bjos

Cleide disse...

Adorei seu blos e suas receitas, parabéns pela força vc é linda estou te seguindo bjs
http://cleide-valorizandoavida.blogspot.com/

juju disse...

Parabénnnsss 1 ano de blog !!!
E parabéns tb pelos 16 a menos .... vitória!

to te seguindo, me segue tb .... q vou pegar suas dicass rsrsr

http://acordarmaismagra.blogspot.com/